A mentira no processo de seleção (I): quem mente?

A mentira nos processos de seleção é mais comum do que muitos de nós poderíamos chegar a pensar. As mentiras mais frequentes dos candidatos, segundo uma pesquisa efetuada por CareerBuilder correspondem-se, em 32% das vezes, com a falsificação de habilidades, 19% relativo ao nível de estudo, 18% às empresas em que trabalhou anteriormente, 7% com o título e 5% com o centro escolar em que foram cursados os estudos.

Talvez muitos de nós não nos sintamos muito confortáveis quando alguém nos diz “você está mentindo em seu CV”. No entanto, se mudarmos a palavra mentir, que pode ter um sentido pejorativo, por enfeitar, exagerar… podemos nos identificar um pouco mais.

Eu não gosto e também não é minha intenção dar conselhos a ninguém, mas me permita lançar esta pequena reflexão: Para mim, o fim último em um processo de seleção é que a empresa encontre o candidato idôneo para o cargo, e vice-versa, que o candidato ache a empresa e posição adequadas.

Há duas partes e as duas devem estar de acordo com a escolha. A mentira, segundo meu critério, é uma solução de curto prazo que, dito seja de passagem, com o contexto econômico atual, merece ser valorizada independentemente da data de validade que tiver. A mentira encontrará a luz, é só uma questão de tempo: “não dizia que sabia inglês?” você não dizia que tinha conhecimentos de programação?”….. mas dizíamos que este processo era coisa de dois, portanto, o desajuste também pode ter sua origem em promessas descumpridas que o entrevistador fez a um candidato engenheiro, poliglota, com MBA, famélico de sucesso e com 3 ofertas mais de emprego no bolso e que não queríamos perder. “Onde está a formação a que podia ter acesso?” “e a promoção que teria se conseguisse meus objetivos?”

Às vezes, em um processo de seleção, entra um hóspede indesejado chamado mentira que, em algumas oportunidades, é convidado pelo candidato e, em outras, pelo entrevistador. Em quaisquer dos dois casos, não ajudará o sucesso do encaixe da pessoa no cargo.

“A mentira é um fantasma que nunca te deixará em paz, enquanto só você souber a verdade… e isso não significa que seja preciso dizer a verdade, mas fazer as coisas com honestidade”.
Ramón Rodríguez Lago
Dpto Organização Recursos Humanos ACCIONA S.A.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *