Searching for: Laura Alcaraz Escribano

Seis conselhos durante a entrevista profissional

Se voc√™ tem uma entrevista breve, recomendamos a leitura dessas “Seis conselhos durante a entrevista profissional”:

1. Deixe que o entrevistador tome a iniciativa. Escute atentamente e n√£o se apresse para responder.

2. N√£o fa√ßa interrup√ß√Ķes sem sentido.

3. Transmita interesse e entusiasmo pela oferta e pela Companhia.

4. Expresse-se de forma clara e simples.

5. Conheça seu CV detalhadamente Lembre-se das datas importantes.

6. Responda as perguntas que você faria sobre seu CV se você fosse o entrevistador.

 

Laura Alcaraz Escribano
Departamento de Desenvolvimento- ACCIONA Recursos Humanos

15 fatores para ser mais contrat√°vel

Se você procura um novo emprego ou uma mudança de orientação profissional, é importante você prestar atenção a esses fatores:
1. Autoestima: é importante que você mantenha um adequado nível de autoestima e boa auto percepção de seu valor profissional.

2. Autoconhecimento pessoal: faça uma análise de suas fortalezas e fraquezas. O que é o melhor que você faz? E o que não? Pesquise ofertas associadas a suas fortalezas.

3. Avaliação do trabalho: por muita ou pouca que você tiver, valorize sua experiência.

4. Atribui√ß√Ķes da causa de desemprego: em caso de desemprego, analise as causas que o levaram a isso. Aprenda das experi√™ncias passadas para potencializar a√ß√Ķes de melhoria futuras.

5. Imagem pessoal e profissional: cuide de sua imagem.

6. Adequação profissional: se você tem uma entrevista de trabalho em breve, tente alinhar os requisitos do cargo com suas fortalezas: Habilidades, conhecimentos, experiência, etc.

7. Habilidades para procurar emprego: reforce suas habilidades. Contate amigos, assista a fóruns, participe e continue se formando, mantenha-se ativo na redes.

8. Caráter extrovertido: a extroversão é um fator que sempre ajuda na busca de um emprego. Mantenha sempre uma atitude positiva.

9. Flexibilidade horária: se você possui flexibilidade horária, sempre será mais fácil encontrar emprego. Não rejeite nada que lhe interesse por causa do horário. Se você é o candidato finalista, sempre poderá se organizar e procurar alternativas conciliando vida profissional e pessoal.

10. Adaptar-se às redes sociais. Crie seu perfil nas redes profissionais, como Linkedin e crie sua própria rede de contatos.

11. Idiomas: reforce seus conhecimentos em idiomas. Sempre será mais contratável com o domínio de um segundo ou terceiro idioma.

12. Currículo: Cuide de seu currículo grave um vídeo resumindo em um minuto sua experiência profissional e envie-o a sua rede de contatos. Os celulares permitem atualmente gravar vídeos de qualidade adequada.

13. Técnicas básicas de entrevista: prepare-se para as entrevistas de trabalho. Conheça a companhia, a oferta, faça perguntas e responda-se a você mesmo. Assuma o papel do entrevistador.

14. Networking: cuide muito de suas redes de contato e informe a seus conhecidos sobre sua procura de emprego.

15. Marca pessoal: Cuide suas mensagens e sua atividade nas redes. Facebook, Linkedin, Twitter, etc. Lembre que seu perfil digital é visível para todos e é uma oportunidade de potencializar a procura de emprego.

 

Laura Alcaraz Escribano
Departamento de Desenvolvimento
ACCIONA Recursos Humanos

10 motivos para utilizar Twitter em sua pesquisa de emprego

1. Presença: se você não está no Twitter não existe para aquelas pessoas que procuram candidatos através dessa rede.

2. Aprendizagem: um bom uso dessa rede certamente possibilitar√° melhorar quest√Ķes de interesse profissional.

3. Pesquisa de Ofertas: muitas ofertas nascem e morrem no Twitter. Empresas e portais de emprego divulgam suas ofertas nessa rede.

4. Canal de Comunicação: mesmo que seja somente como canal de comunicação, o Twitter já devia fazer parte de sua vida.

5. Marca pessoal: Todo profissional deve potencializar sua marca pessoal. E este é um ótimo canal para isso.

6. Interação com headhunters: muitos técnicos de seleção nutrem seus processos com profissionais que trabalham nas redes e o utilizam para procurar candidatos, estar conectados, seguir profissionais específicos, etc.

7. Twitter e seu Curriculum: O Twitter é parte de seu CV. Lembre que se você não estiver no Google, não existe.

8. Se você usa Twitter conhece Twitter: A utilização dessa rede é um valor reconhecido por muitas empresas.

9. Uso de ferramentas de emprego: existem ferramentas de emprego que só podem ser utilizadas se você tem Twitter. Por exemplo: tuiempleo.com;tweetbeep.com;twitjobsearch.com

10. Mobilidade: O Twitter é a rede social que melhor se adapta ao celular.

 

Laura Alcaraz Escribano
Desenvolvimento Dep. Recursos Humanos ACCIONA S.A.